31 de Março – Dia da Integração Nacional

Integração nacional é o conjunto de políticas de desenvolvimento nacional para permitir o desenvolvimento sustentável das economias regionais do país. A finalidade das políticas de integração nacional é minimizar as diferenças econômicas existentes nas várias partes do país, de forma a garantir um desenvolvimento equânime, com oportunidades a todos os cidadãos.

O Brasil é conhecido pelos contrastes regionais que o dividiram em dois polos econômicos: o Sul, rico e desenvolvido, e o Norte, pobre e atrasado. Além disso, há a divisão em polos demográficos: a região costeira superpopulosa e o interior com baixa densidade demográfica.

O modo de colonização do Brasil foi o grande causador de todos esses contrastes. Inicialmente, a economia açucareira provocou uma concentração populacional na região litorânea, que se intensificou quando do ciclo da mineração. A precariedade dos transportes e da comunicação contribuiu para dificultar a ocupação do interior, característica que persiste até hoje. A falência da economia açucareira, a rota do ouro e a economia cafeeira foram fatores determinantes para a concentração populacional no Sudeste. Com a industrialização, as regiões com maiores concentrações demográficas foram, consequentemente, aquelas beneficiadas com a instalação de indústrias. Como resultado, houve demanda de mão-de-obra e migração de trabalhadores de outras regiões do Brasil para o Sudeste.

Felizmente, os esforços do governo brasileiro têm obtido êxito na minimização desse contraste. As políticas de desenvolvimento sustentado, os incentivos fiscais e os investimentos em infraestrutura têm atraído empresas e indústrias para os estados brasileiros menos favorecidos. Isso permite que as populações desses locais tenham acesso a empregos, melhores condições de vida e oportunidades de desenvolvimento pessoal e profissional. Consequentemente, essa melhora atrai novos moradores, promovendo melhor distribuição demográfica.

A partir de 1970 houve maior mobilidade em relação ao Centro-Norte. A região Norte começou a organizar sua economia, com incentivos do governo, por meio do Projeto Calha Norte, cujo objetivo era promover a ocupação e o desenvolvimento ordenado da Amazônia setentrional, respeitadas as características regionais, as diferenças culturais e o meio ambiente, em harmonia com os interesses nacionais.

Atualmente, o governo mantém projetos semelhantes para o desenvolvimento do Nordeste e ocupação do Centro-Oeste, sob o comando do Ministério da Integração Nacional, que organiza a política de integração nacional.

Fonte: Portal Paulinas

integracao_nacional1

Anúncios

30 de Março – Dia de São João Clímaco

O Monte Sinai está historicamente ligado ao cristianismo. Foi o lugar indicado por Deus para entregar a Moisés as tábuas gravadas com os Dez Mandamentos. É uma serra rochosa e árida que, não só pela sua geografia, mas também pelo significado histórico, foi escolhida pelos cristãos que procuravam a solidão da vida eremítica.

Assim, já no século IV, depois das perseguições romanas, vários mosteiros rudimentares foram ali construídos por numerosos monges que se entregavam à vida de oração e contemplação. Esses mosteiros tornaram-se famosos pela hospitalidade para com os peregrinos e pelas bibliotecas que continham manuscritos preciosos. Foi neste ambiente que viveu e atuou o maior dos monges do Monte Sinai, João Clímaco.

João nasceu na Síria, por volta do ano 579. De grande inteligência, formação literária e religiosa, ainda muito jovem, aos dezesseis anos, optou pelo deserto e viajou para o Monte Sinai, tornando-se discípulo num dos mais renomados mosteiros, do venerável ancião Raiuthi. Isso aconteceu depois de renunciar a fortuna da família e a uma posição social promissora. Preferiu um cotidiano feito de oração, jejum continuado, trabalho duro e estudos profundos. Só descia ao vale para recolher frutas e raízes para sua parca refeição e só se reunia aos demais monges nos fins de semana, para um culto coletivo.

Sua fama se espalhou e muitos peregrinos iam procura-lo para aprender com seus ensinamentos e conselhos. Inicialmente eram apenas os que desejavam seguir a vida monástica, depois eram os fiéis que queriam uma benção do monge, já tido em vida como santo. Aos sessenta anos João foi eleito por unanimidade abade geral de todos os eremitas da serra do Monte Sinai.

Nesse período ele escreveu muito e o que dele se conserva até hoje é um livro importantíssimo que teve ampla divulgação na Idade Média, “Escada do Paraíso”. Livro que lhe trouxe também o sobrenome Clímaco que, em grego, significa “aquele da escada”. No seu livro ele estabeleceu trinta degraus necessários a subir para alcançar a perfeição da alma.

Trata-se de um verdadeiro manual, a síntese da doutrina monástica e ascética, para os noviços e monges, onde descreveu, degrau por degrau, todas as dificuldades a serem vividas, a superação da razão e dos sentidos, e que as alegrias do Paraíso perfeito serão colhidas no final dessa escalada, após o trânsito para a eternidade de Nosso Senhor Jesus Cristo.

João Clímaco morreu no dia 30 de março de 649, amado e venerado por todos os cristãos do mundo oriental e ocidental, sendo celebrado por todos eles no mesmo dia do seu falecimento.

Fonte: Paulinas Online

sao-joao-climaco

29 de Março – Dia de São Segundo de Asti

Segundo era um soldado pagão, filho de nobres, nascido em Asti, norte da Itália, no final do século I e profundo admirador dos mártires cristãos, que o intrigavam pelo heroísmo e pela fé em Cristo. Chegava a visitá-los nos cárceres de Asti, conversando muito com todos quantos pudesse. Consta dos registros da Igreja, que foi assim que tomou conhecimento da Palavra de Cristo, aprendendo especialmente com o mártir Calógero de Bréscia, com o qual se identificou, procurando-o para conversar inúmeras vezes.

Além disso, Segundo era muito amigo do prefeito de Asti, Saprício, e com ele viajou para Tortona, onde corria o processo do bispo Marciano, o primeiro daquela diocese. Sem que seu amigo político soubesse, Segundo teria estado com o mártir e este encontro foi decisivo para a sua conversão.

Entretanto, esta só aconteceu mesmo durante outra viagem, desta vez a Milão, onde visitou no cárcere os cristãos Faustino e Jovita. Tudo o que se sabe dessa conversão está envolto em muitas tradições cristãs. Os devotos dizem que Segundo teria sido levado à prisão por um anjo, para lá receber o batismo através das mãos daqueles mártires. A água necessária para a cerimônia teria vindo de uma nuvem. Logo depois, uma pomba teria lhe trazido a Santa Comunhão.

Depois disso, aconteceu o prodígio mais fascinante, narrado através dos séculos, da vida deste santo, que conta como ele conseguiu atravessar a cavalo o Pó, sem se molhar, para levar a Eucaristia, que lhe fora entregue por Faustino e Jovita para ser dada ao bispo Marciano, antes do martírio. O Pó é um rio imponente, tanto nas cheias, quanto nas baixas, minúsculo apenas no nome formado por duas letras, possui mil e quinhentos metros cúbicos de volume d’água por segundo, nos seiscentos e cinquenta e dois quilômetros de extensão, um dos mais longos da Itália.

Passado este episódio extraordinário, Saprício, o prefeito, soube finalmente da conversão de seu amigo. Tentou de todas as formas fazer Segundo abandonar o cristianismo, mas não conseguiu, mandou então que o prendessem, julgassem e depois de torturá-lo deixou que o decapitassem. Era o dia 30 de março do ano 119.

No local do seu martírio foi erguida uma igreja onde, num relicário de prata, se conservam as suas relíquias mortais. Uma vida cercada de tradições, prodígios, graças e sofrimentos foi o legado que nos deixou São Segundo de Asti, que é o padroeiro da cidade de Asti e de Ventimilha, cujo culto é muito popular no norte da Itália e em todo o mundo católico que o celebra no dia 29 de março.

Fonte: Paulinas Online

são-segundo

28 de Março – Dia do Revisor

Comemora-se no dia 28 de março o Dia do Revisor, profissional que lida com a edição de textos e que é preparado para corrigir desvios de sintaxe, ortografia, pontuação, enfim, o que deve ser ajustado aos padrões gramaticais.

Imagine como seria ler um livro ou um jornal com vários erros ortográficos ou sem qualquer tipo de regra gramatical observada. Certamente, não seria de fácil entendimento e comprometeria a qualidade da leitura e da informação transmitida.

Não existe uma formação específica ou padrão para a área. O revisor, geralmente, é formado em Letras ou Comunicação Social. Este profissional atua em diversas áreas, principalmente em redações de jornais, revistas, editoras de livros e em empresas de tradução.

De acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia Estatística (IBGE), o pioneiro da profissão de revisor foi o famoso escritor brasileiro Joaquim Maria Machado de Assis, ou, simplesmente, Machado de Assis, atuando na profissão antes mesmo de iniciar sua carreira de escritor e jornalista.

Além de toda a atenção e dedicação à leitura, os revisores devem ter como referência os manuais de redação e estilo, próprios de cada instituição ou veículo de comunicação. Seguindo a orientação dos manuais, o revisor garante que todo o material criado e divulgado pela instituição siga os mesmos padrões linguísticos.

Fonte: Portal Educar Brasil

revisor3

27 de Março – Dia Nacional do Circo

Comemora-se o Dia do Circo em 27 de março, numa homenagem ao palhaço brasileiro Piolin, que nasceu nessa data, no ano de 1897, na cidade de Ribeirão Preto, São Paulo. Considerado por todos que o assistiram como um grande palhaço, se destacava pela enorme criatividade cômica e pela habilidade como ginasta e equilibrista. Seus contemporâneos diziam que ele era o pai de todos os que, de cara pintada e colarinho alto, sabiam fazer o povo rir.

No Brasil, a história do circo está muito ligada à trajetória dos ciganos em nossa terra, uma vez que, na Europa do século dezoito, eles eram perseguidos. Aqui, andando de cidade em cidade e mais à vontade em suas tendas, aproveitavam as festas religiosas para exibirem sua destreza com os cavalos e seu talento ilusionista.

Procuravam adaptar suas apresentações ao gosto do público de cada localidade e o que não agradava era imediatamente tirado do programa.

Mas o circo com suas características itinerantes aparece no Brasil no final do século XIX. Instalando-se nas periferias das cidades, visava às classes populares e tinha no palhaço o seu principal personagem. Do sucesso dessa figura dependia, geralmente, o sucesso do circo.

O palhaço brasileiro, por sua vez, adquiriu características próprias. Ao contrário do europeu, que se comunicava mais pela mímica, o brasileiro era falante, malandro, conquistador e possuía dons musicais: cantava ou tocava instrumentos.

Fonte: IBGEteen / Portal São Francisco

circo

 

Published in: on 27/03/2014 at 01:44  Deixe um comentário  
Tags:

26 de Março – Dia Nacional do Cacau e do Chocolate

A data foi instituída para ampliar o agronegócio do cacau e seus derivados, revitalizar e valorizar a lavoura cacaueira brasileira, além de estimular a sustentabilidade da produção. Mais de 31 mil propriedades rurais cultivam o cacau no País. São 665.175 mil hectares de área plantada. Em 2008 foram produzidos 180 mil toneladas.

Além de saboroso, o chocolate é nutritivo, quando consumido de forma moderada. Conforme a Superintendência Federal de Agricultura, Pecuária e Abastecimento, órgão do Ministério da Agricultura, tabela nutricional do chocolate inclui glucídios, lipídeos, vitaminas B1, B2 e PP, cálcio, ferro, magnésio e potássio.

Atualmente, o Brasil está no quarto lugar entre os maiores produtores globais de chocolate. Por mais de dez anos o país ocupou o quinta posição do ranking.

Frente ao potencial de produção brasileiro, o consumo per capita do doce está na casa dos dois quilos/ano. Número considerado baixo, se comparado a outros países. Dentro do próprio Brasil ocorrem variações de consumo, conforme a região do país. Chega a oscilar de 0,5 a 1 quilo nas áreas mais quentes, como Norte e Nordeste, a 3,8 quilos no Sul e Sudeste.

O mundo civilizado só tomou conhecimento da existência do cacau e de chocolate depois que Cristóvão Colombo descobriu a América. Até então, eram privilégio dos Índios que viviam no Sul do México, América Central e bacia amazônica, onde o cacau se desenvolvia naturalmente em meio à floresta. Hoje, quase 5 séculos depois, derivados do cacau são consumidos em muitas formas, em quase todos os países, e fazem parte da vida do homem moderno. Estão presentes em todos os lugares: nas mochilas dos soldados e nas bolsas dos estudantes, em barras de chocolate de alto valor nutritivo; nos salões de beleza mais sofisticados, nas formas mais variadas de cosméticos; e nas reuniões sociais, através de vinhos e licores. Seus resíduos são utilizados como adubo e ração para os animais.

Saindo da floresta amazônica para conquistar o mundo, o cacau percorreu um longo caminho. Sua história cercada de lenda, está marcada por episódios curiosos, foi usado pelos Astecas, como moeda, provocou discussão entre os religiosos sobre o seu uso nos conventos devido às suas supostas propriedades afrodisíacas e, por muito tempo, foi uma bebida exclusiva das mais faustosas cortes da Europa. Suas sementes, levadas para outras regiões e continentes, formaram grandes plantações que, hoje, representam importante fonte de trabalho e renda para milhões de pessoas.

Fonte: Portal MS / Prefeitura de Gramado / CEPLAC

cacau_chocolate

25 de Março – Dia Internacional de Solidariedade com os Membros Detidos e Desaparecidos das Nações Unidas – International Day of Solidarity with Detained and Missing Staff Members

O Dia Internacional de Solidariedade com os Membros do Pessoal Detidos e Desaparecidos pretende chamar a atenção da comunidade internacional para os riscos que o pessoal das Nações Unidas e os Capacetes Azuis, os nossos colegas das organizações não governamentais e a imprensa enfrentam, diariamente, em todo o mundo.

Este dia marca também o aniversário do sequestro de Alec Collet, em 1985, quando se encontrava no seu carro perto do aeroporto de Beirute. Alec Collet, antigo diretor de um Centro de Informação das Nações Unidas e jornalista, estava destacado junto ao Organismo de Obras Públicas e de Socorro aos Refugiados da Palestina no Próximo Oriente (UNRWA). O seu caso continua por resolver.

O pessoal humanitário recrutado localmente e os funcionários das Nações Unidas são os alvos mais vulneráveis e representam a maioria das vítimas de incidentes ligados à segurança. No entanto, qualquer pessoa que está ao serviço das Nações Unidas é uma potencial vítima, como demonstram as recentes tomadas de reféns na Nigéria e no Paquistão.

Cento e cinco Estados-membros ainda não ratificaram a Convenção sobre Segurança do Pessoal das Nações Unidas e Pessoal Associado, adotada em 1994. Só dezesseis Estados-membros ratificaram o Protocolo Facultativo à Convenção, adotado em 2005, o que impede este importante instrumento de entrar em vigor. As Convenções de Genebra e o Estatuto Internacional do Tribunal Penal Internacional fazem também parte do regime jurídico pertinente.

The International Day of Solidarity with Detained and Missing Staff Members is marked each year on the anniversary of the abduction of Alec Collett, a former journalist who was working for the United Nations Relief and Works Agency for Palestine Refugees in the Near East (UNRWA) when he was abducted by armed gunman in 1985.  His body was finally found in Lebanon’s Bekaa Valley in 2009.

The International Day of Solidarity with Detained and Missing Staff Members has taken on even greater importance in recent years, as attacks against the United Nations intensify.  This is a day to mobilize action, demand justice and strengthen our resolve to protect UN staff and peacekeepers, as well as our colleagues in the non-governmental community and the press.

Fonte: Unesco / UNRIC

alec2

Published in: on 24/03/2014 at 01:10  Deixe um comentário  
Tags: , ,

24 de Março – Dia Mundial da Tuberculose – World TB Day

O Dia Mundial da Tuberculose, 24 de março, foi lançado em 1982 pela OMS em comemoração aos 100 anos da identificação do Mycobacterium tuberculosis por Robert Koch e é uma ocasião de mobilização mundial, nacional, estadual e local que envolve todas as esferas de governo e setores da sociedade na luta contra a doença. O objetivo é ampliar esforços para conseguir sustentação da luta contra a tuberculose, mobilizando comunidades, aumentando a consciência sobre o problema, incentivando governos e voluntários para investir no controle da doença.

A tuberculose é uma doença causada através da infecção pelo Mycrobacterium tuberculosis , também chamado bacilo de Koch. Esta doença é altamente contagiosa e se espalha através de gotículas que são expelidas por pessoas infectadas enquanto falam, espirram ou tossem. Entretanto, a transmissão somente ocorre nos casos de pessoas com a tuberculose infecciosa ativa.

Esta infecção tem seu início a partir do momento em que o bacilo alcança os alvéolos pulmonares e de lá, começa a se espalhar para os nódulos linfáticos e, em seguida, utiliza-se da corrente sanguínea para alcançar os tecidos mais distantes. A partir deste momento, a doença pode começar a se desenvolver.

Entretanto, nosso sistema imunológico é capaz de eliminar a maioria dos bacilos, normalmente ele consegue evitar a multiplicação deste microorganismo em 90% dos casos.

Nos casos em que o bacilo de Koch escapa das defesas do sistema imunológico, a tuberculose poderá se manifestar logo após a infecção, ou após vários anos.

Na grande maioria dos casos, a tuberculose afeta principalmente os pulmões. Seus principais sintomas são tosse prolongada, dor no peito, febre, calafrios, fadiga, suores noturnos, perda de peso e de apetite.

World Tuberculosis Day, falling on March 24 each year, is designed to build public awareness that tuberculosis today remains an epidemic in much of the world, causing the deaths of about 1.6 million people each year, mostly in the Third World. March 24 commemorates the day in 1882 when Dr Robert Koch astounded the scientific community by announcing that he had discovered the cause of tuberculosis, the TB bacillus. At the time of Koch’s announcement in Berlin, TB was raging through Europe and the Americas, causing the death of one out of every seven people. Koch’s discovery opened the way toward diagnosing and curing tuberculosis.

In 1982, on the one-hundredth anniversary of Robert Koch‘s presentation, the International Union Against Tuberculosis and Lung Disease (IUATLD) proposed that March 24 be proclaimed an official World TB Day. In 1996, the World Health Organization (WHO) joined with the IUATLD and a wide range of other concerned organizations to increase the impact of World TB Day.

Fonte: SPPT / Toda Biologia / Wikipédia

tuberculose

23 de Março – Dia Mundial do Meteorologista – World Meteorological Day

A data de 23 de março foi escolhida como o Dia Mundial do Meteorologista por ser a data de fundação da Organização Mundial de Meteorologia (WMO) da ONU, em 23 de março de 1950. A Organização, que tem sede em Genebra, na Suíça, trabalha como facilitadora mundial, estabelecendo por exemplo as bases das contribuições da Meteorologia para a conservação dos recursos hídricos do planeta, para a identificação das causas e para o combate à desertificação, nas causas das mudanças climáticas, no manejo das reservas hídricas das megacidades e regiões agrícolas, alguns dos principais problemas que estão afetando a vida do planeta.

A meteorologia é o estudo científico da atmosfera em escala global, dentro de regiões e em localidades específicas, e a formulação de conclusões que permitem o conhecimento sobre os fenômenos atmosféricos e as previsões sobre o tempo.

O termo surgiu quando o filósofo grego Aristóteles, em torno de 340 a.C., à sua maneira filosófica e especulativa, escreveu um livro sobre filosofia natural denominado Meteorológica, falando sobre o tempo, o clima, sobre astronomia, geografia e química. Falava de nuvens, chuva, neve, vento, granizo, trovões e furacões. Naqueles dias, tudo o que caía do céu e qualquer coisa vista no ar era chamada de meteoro, daí o nome meteorologia.

As ideias de Aristóteles se mantiveram aceitas por quase dois mil anos. De fato, o nascimento da meteorologia como uma ciência natural genuína não aconteceu até a invenção dos instrumentos meteorológicos (os termômetros, no fim do século XIV, o barômetro, para medir pressão atmosférica, em 1643, e o higrômetro, para medidas de umidade, no final do século XVIII).

A invenção do telégrafo, em 1843, permitiu a transmissão das observações rotineiras do tempo. Depois, cartas sinóticas simples (“cartas de tempo”) foram traçadas. Em torno de 1920, os conceitos de massa de ar e frentes foram formulados na Noruega. Na década de 40, as observações diárias de temperatura, umidade e pressão, feitas com radiossondas (balões de ar superior), deram uma visão tridimensional da atmosfera.

Com os computadores, na década de 50, a Meteorologia deu outro salto, e passou a resolver equações que descrevem o comportamento da atmosfera. Em 1960, o Tiros I, o primeiro satélite meteorológico lançado, colocou a Meteorologia na era espacial. Os satélites estão capacitados a suprir os computadores com uma série de dados sobre todo o globo com previsões cada vez mais confiáveis.

Each year, on 23 March, the World Meteorological Organization, its 188 Members and the worldwide meteorological community celebrate World Meteorological Day around a chosen theme. This day commemorates the entry into force, on that date in 1950, of the WMO Convention creating the Organization. Subsequently, in 1951, WMO was designated a specialized agency of the United Nations System.

Fonte: IBGEteen / World Meteorological Day

meteorologista2

22 de Março – Dia Mundial da Água – World Water Day

O Dia Mundial da Água foi criado pela ONU (Organização das Nações Unidas) no dia 22 de março de 1992. O dia 22 de março, de cada ano, é destinado a discussão sobre os diversos temas relacionadas a este importante bem natural.

Mas porque a ONU se preocupou com a água se sabemos que dois terços do planeta Terra é formado por este precioso líquido? A razão é que pouca quantidade, cerca de 0,008 %, do total da água do nosso planeta é potável (própria para o consumo). E como sabemos, grande parte das fontes desta água (rios, lagos e represas) está sendo contaminada, poluída e degradada pela ação predatória do homem. Esta situação é preocupante, pois poderá faltar, num futuro próximo, água para o consumo de grande parte da população mundial. Pensando nisso, foi instituído o Dia Mundial da Água, cujo objetivo principal é criar um momento de reflexão, análise, conscientização e elaboração de medidas práticas para resolver tal problema.

No dia 22 de março de 1992, a ONU também divulgou um importante documento: a “Declaração Universal dos Direitos da Água”. Este texto apresenta uma série de medidas, sugestões e informações que servem para despertar a consciência ecológica da população e dos governantes para a questão da água.

Mas como devemos comemorar esta importante data? Não só neste dia, mas também nos outros 364 dias do ano, precisamos tomar atitudes em nosso dia-a-dia que colaborem para a preservação e economia deste bem natural. Sugestões não faltam: não jogar lixo nos rios e lagos; economizar água nas atividades cotidianas (banho, escovação de dentes, lavagem de louças etc); reutilizar a água em diversas situações; respeitar as regiões de mananciais e divulgar ideias ecológicas para amigos, parentes e outras pessoas.

International World Water Day is held annually on 22 March as a means of focusing attention on the importance of freshwater and advocating for the sustainable management of freshwater resources.

An international day to celebrate freshwater was recommended at the 1992 United Nations Conference on Environment and Development (UNCED). The United Nations General Assembly responded by designating 22 March 1993 as the first World Water Day.

Fonte: Sua Pesquisa / World Water Day

agua2