Prêmio Nobel 2012

Todos os anos, desde 1901, são premiadas as pessoas que mais contribuíram para o desenvolvimento da sociedade em diferentes áreas do conhecimento científico. A cerimônia de premiação ocorre no dia 10 de Dezembro, data da morte do criador do prêmio, o sueco Alfred Nobel, e é tradicionalmente entregue pelo rei da Suécia.

Foram nove as personalidades que em 2012 foram reconhecidas pela Academia Real das Ciências Sueca com os Prêmios Nobel 2012 nas várias categorias.

O Prêmio Nobel da Fisiologia e Medicina 2012 foi atribuído a dois cientistas. Ao britânico John B. Gurdon, investigador do Gurdon Institute, no Reino Unido e ao japonês Shinya Yamanaka, investigador na Universidade de Quioto, no Japão. Os investigadores são reconhecidos pelos trabalhos que levaram à descoberta de que as células maturas podem ser reprogramadas para se tornarem pluripotentes.

O Prêmio Nobel da Física 2012 é também atribuído a dois cientistas. O norte-americano David J. Wineland, investigador do National Institute of Standards and Technology (NIST) e da Universidade do Colorado, nos EUA, e o marroquino, Serge Haroche, investigador do Collège de France e da Ecole Normale Supérieure, de Paris, em França. Os dois investigadores são distinguidos por métodos experimentais inovadores que permitem medir e manipular os sistemas quânticos individuais.

O Prêmio Nobel da Química 2012 também distingue dois investigadores, ambos norte-americanos. Robert J. Lefkowitz, investigador do Howard Hughes Medical Institute e do Duke University Medical Center, também nos EUA, e Brian Kobilka, investigador da Stanford University School of Medicine, nos EUA. O prêmio é atribuído pelos estudos sobre os receptores acoplados à proteína G, ou seja, pela descoberta sobre como as células conseguem comunicar.

O Prêmio Nobel da Literatura 2012 é atribuído a um escritor chinês. Mo Yan, pseudônimo literário de Guan Moye, que significa ‘não fale’, nasceu em Gaomi, província de Shandong, na China em 1955 e foi reconhecido pela Academia Sueca devido ao realismo alucinatório que consegue mesclar contos populares, a história e o contemporâneo.

O Prêmio Nobel da Paz 2012 vai para a União Europeia. O Comitê Nobel justifica a escolha, por há seis décadas a UE contribuir para o avanço da paz e reconciliação, democracia e direitos humanos na Europa.

O Prêmio Nobel das Ciências Econômicas 2012 é atribuído a dois norte-americanos. Lloyd S. Shapley, Professor jubilado da Universidade da Califórnia, nos EUA e Alvin E. Roth, investigador da Harvard University, em Cambridge e Harvard Business School, em Boston, nos EUA. Pelas contribuições que deram para a teoria de alocações estáveis e modelo de mercado.

Fonte: TV Ciência On line

shinya_yamanaka_nobelmedicina2012

Anúncios