29 de Junho – Dia da Telefonista

A primeira comemoração do Dia da Telefonista ocorreu em 29 de junho de 1956, dia de São Pedro, e desde então a data vem sendo comemorada anualmente. Se o santo tem as chaves dos céus, as da comunicação estão certamente com a telefonista.

Receber e transferir ligações, localizar pessoas, transmitir mensagens – estas são algumas das atribuições das telefonistas. Dependendo de onde se trabalha, novas funções podem surgir, tais como despertar pessoas e registrar solicitações (em hotéis, por exemplo).

A telefonista é um profissional indispensável no atendimento ao público. Seu serviço funciona como um cartão de visitas da empresa, instituição ou outra organização, não importa o tamanho. Portanto, a telefonista precisa estar preparada para fornecer informações e responder às dúvidas de quem a procura, pois disto dependerá o sucesso do primeiro contato.

Fonte: UESB / Portal São Francisco / Jus Brasil

telefonista1

 

Anúncios

26 de Junho – Dia do Metrologista

O Comitê Internacional de Pesos e Medidas declarou o dia 20 de maio como o Dia Mundial da Metrologia (World Metrology Day). Isto porque nessa data se comemora a assinatura da Convenção do Metro, ocorrida em maio de 1875. Naquela época, 17 países assinaram a convenção, entre eles, o Brasil. Hoje, trata-se de um acordo entre 48 nações.

No Brasil, comemora-se no dia 26 de junho o Dia do Metrologista, para lembrar a data em que o Sistema Métrico Decimal, oriundo da França e precursor do atual Sistema Internacional de Unidades (SI), foi oficializado no país através da Lei número 1.175, assinada pelo Imperador D. Pedro II.

O metrologista é um profissional que pode atuar tanto na área da indústria e da pesquisa quanto na do Sistema Metrológico Nacional ou mesmo em empresas.

No âmbito da pesquisa, a metrologia é de extrema importância para se obter informações confiáveis nas investigações científicas. Não podemos esquecer que a maioria das descobertas científica foi e sempre são fundamentadas em observações de experimentos: parte-se de uma meticulosa medição de grandezas e pequenos efeitos para se chegar a novos princípios, prontamente equacionados.

Na indústria, a metrologia se aplica de maneira mais ampla, uma vez que se mostra essencial para manter sob controle processos produtivos de toda ordem. Ou seja, tem uma forte influência sobre a qualidade final do produto. Também é importante para desenvolver, aperfeiçoar e testar novos produtos. O profissional dessa área pode criar sistemas e processos de medição para serem aplicados no setor e ainda calibrar instrumentos e padrões próprios, visando a excelência na produção.

Já os inúmeros laboratórios que prestam serviços de calibração de instrumentos e fazem testes em produtos e em equipamentos, cada vez mais solicitados – por conta das normas da série ISO – vêm se apresentando como um mercado de trabalho que se expande cada vez mais.

Em uma época mais remota, diversas unidades de medida conviviam entre si, variando de país a país ou, o que é pior, mudava dentro de um mesmo país ou de uma mesma região! A necessidade de se equiparar às medidas foi aumentando com o passar do tempo e, em 1875, aconteceu a Convenção do Metro. O Sistema Métrico foi o primeiro sistema racional de unidades, tendo sido internacionalizado naquela convenção. Através de um Tratado, estabeleceu-se então o Bureau Internacional de Pesos e Medidas (BIPM), com sede na França. Mais recentemente, em 1960, com a XI Conferência Geral de Pesos e Medidas e tendo o aval dos mais importantes países, o Bureau ganha relevância, podendo ser chamado de Sistema Internacional de Unidades (SI).

O Sistema é dividido em duas classes de unidades: unidades de base: metro (comprimento), quilograma (peso), segundo (tempo), ampére (intensidade de corrente elétrica), mol (quantidade de substância/molécula-grama) e candela (intensidade luminosa); e unidades derivadas: por exemplo, metro por segundo e volt (diferença de potencial elétrico).

Em documentos que datam da época colonial, 1532, a atividade metrológica se refere à fiscalização do funcionamento de mercados locais. Uma legislação sobre o assunto também pode ser encontrada na Constituição Imperial de 1824, baseada nas legislações dos Estados Unidos e da França. Nela consta que uma das atribuições do Poder Legislativo seria o estabelecimento de padrões de pesos e medidas.

A metrologia no Brasil se confunde com o surgimento das primeiras Instituições Militares e Superiores (Universidade), Escolas de Ofícios e o Observatório Nacional (Serviço da Hora).

Num período mais próximo de nós, mais precisamente em 1973, foi criado o Instituto Nacional de Metrologia, Normalização e Qualidade Industrial (INMETRO), que coordena a Metrologia Científica e Industrial e se divide em dois ramos: Laboratório Nacional de Metrologia e Rede Brasileira de Calibração. O primeiro é responsável pela realização, manutenção e disseminação das unidades do Sistema Internacional (SI), localizado no Rio de Janeiro, e o segundo mantém uma gama de laboratórios, espalhados em diversas regiões do país, para atender à demanda de serviços.

Fonte: Grupo Calibração

metrologista_dia

Published in: on 26/06/2014 at 00:25  Deixe um comentário  
Tags: , , , ,

23 de Junho – Dia Olímpico – International Olympic Day

Desde 1948, em 23 de junho celebra-se no mundo todo o Dia Olímpico, comemorando a fundação do Comitê Olímpico Internacional (COI) pelo Barão Pierre de Coubertin no ano de 1894, em Paris, França – acontecimento que marcou o renascimento dos Jogos Olímpicos da Era Moderna.

Anualmente, por ocasião da passagem do Dia Olímpico, quase todos os 200 Comitês Olímpicos Nacionais promovem a Corrida do Dia Olímpico – Olympic Day Run. E a Semana Olímpica nada mais é do que um prolongamento das festividades comemorativas em torno desse dia.

Desde 1987, a Corrida do Dia Olímpico, que busca difundir o Movimento Olímpico em todo o mundo, reúne milhares de homens, mulheres, jovens e crianças de diversas culturas e classes sociais, irmanados pelo ideal olímpico – que busca utilizar o esporte como fator de socialização, contribuindo assim para a formação de uma sociedade pacífica e comprometida com a preservação dos valores éticos e morais que dignificam o ser humano.

Objetivando a maior divulgação do Movimento Olímpico no país, o Comitê Olímpico Brasileiro (COB), desde 1998 promove a realização da Semana Olímpica, evento que compreende diversas manifestações de caráter cultural, educacional e esportivo.

Reunindo características importantes para atração da comunidade e da mídia, o evento está inserido no calendário de atividades comemorativas do COI e do COB, proporcionando assim repercussão em âmbito nacional e internacional.

No Brasil, 23 de junho é também Dia do Desporto, instituído pela Lei Pelé (Lei nº 9615/98, artigo 86).

Olympic is known to be one of the most popular sports events in the world. 23rd June is popular as the International Olympic Day.

International Olympic Day was firstly celebrated on 23rd June 1948. During the time of 42nd International Olympic session at St Moritz of Switzerland in the year 1948, the International Olympic Committee firstly declared 23rd June as the “International Olympic Day”.

Fonte: Comitê Olímpico Brasileiro / Society Events

dia_olimpico

29 de Junho – Dia do Pescador Amador

Dia instituído pela Lei número 12.068, de 29 de outubro de 2009, sancionada pelo então Vice-Presidente da República, José Alencar Gomes da Silva, no exercício do cargo de Presidente da Repúlica.

Pescador não é só bom de história. É aquele sujeito que conhece a natureza, entende o mar, sabe olhar para a lua e ver a maré que vem. Antes do sol nascer, lá vai ele com seu barco pesqueiro e para onde sabe que dá peixe – sabe direitinho onde a pescaria é boa. Quando o dia é bom, traz alimento para a família e ainda garante o sustento da casa com o que consegue vender.

Este personagem – o pescador que vive de sua própria produção – é bastante comum no nosso país. Muitos vivem em praias paradisíacas e pouco habitadas; nos feriados e nas altas temporadas, costumam ganhar bem mais do que a média anual. Porém, a subsistência destes trabalhadores pode estar ameaçada pela pesca esportiva de pessoas sem licença e sem consciência ambiental, que pescam quantidades superiores à permitida; a poluição das águas também compromete a vida dos peixes e consequentemente a dos pescadores. Portanto, além de cuidar e entender a natureza, o pescador precisa que todos à sua volta façam o mesmo. Afinal, ele é um dos que sentem na pele como o equilíbrio da natureza é também o equilíbrio do homem.

Um bom pescador – aquele que pesca de verdade, não o que só sabe contar história – deve dominar algumas técnicas. É um hobby bastante simples, mas para tudo tem um segredo: tem a isca certa, a escolha dos equipamentos, técnicas de arremesso, tipos de nós usados na pescaria, os melhores locais e horários, quais os pontos de pesca de cada região, entre outros. É preciso saber também distinguir os peixes, e saber onde encontrá-los e o tamanho certo para fisgá-los. Afinal, pescar filhotes não é uma boa idéia: além de render pouco, ainda não tiveram tempo de se reproduzir e, em grande escala, sua pesca pode comprometer a quantidade de peixes do local.

Existe a pesca artesanal, exercida pelo proprietário do meio de produção – sozinho, em parceria ou sociedade. E existe também a pesca empresarial, que contrata terceiros e geralmente é feita em embarcações. Enquanto esta é voltada a processos industriais e à exportação, a pesca artesanal é responsável pelo abastecimento do mercado interno.

Fonte: CCJ / Dom Total / IBGEteen

pescador_dia

Published in: on 26/06/2013 at 01:49  Deixe um comentário  
Tags: , , , ,

27 de Junho – Dia do Quadrilheiro Junino

No Brasil a quadrilha é parte das comemorações chamadas de Festas Juninas. Um animador vai pronunciando frases enquanto os demais participantes, geralmente em casais, se movimentam de acordo com as mesmas. Para alguns cientistas sociais, especialmente antropólogos, tal forma de entretenimento representa uma permanência do pensamento evolucionista muito em voga principalmente no século XIX, onde pessoas que residem em meios urbanos agem de forma estereotipada, zombando dos moradores de áreas rurais mesmo sem se darem conta.

Também chamada de quadrilha caipira ou de quadrilha matuta, é muito comum nas festas juninas. Consta de diversas evoluções em pares e é aberta pelo noivo e pela noiva, pois a quadrilha representa o grande baile do casamento que hipoteticamente se realizou. Esse tipo de dança (quadrille) surgiu em Paris no século XVIII.

A quadrilha foi introduzida no Brasil durante a Regência e fez bastante sucesso nos salões brasileiros do século XIX, principalmente no Rio de Janeiro, sede da Corte. Depois desceu as escadarias do palácio e caiu no gosto do povo, que modificou suas evoluções básicas e introduziu outras, alterando inclusive a música.

A sanfona, o triângulo e a zabumba são os instrumentos musicais que em geral acompanham a quadrilha. Também são comuns a viola e o violão.

Os ritmos juninos são: quadrilha, forró, baião, xaxado, fandango, xote, coco e vanerão.

Fonte: CCJ / Wikipédia

quadrilha

Published in: on 26/06/2013 at 01:14  Deixe um comentário  
Tags: , , ,

26 de Junho – Dia Internacional de Apoio às Vítimas da Tortura – International Day in Support of Victims of Torture

Dia 26 de junho é o dia mundial da ONU de apoio às vítimas de tortura. Esse dia chama a atenção para o sofrimento das vítimas de tortura, das suas famílias e comunidades, além de proporcionar uma oportunidade para reafirmarmos a nossa condenação coletiva da tortura e de todos os tratamentos cruéis, desumanos e degradantes.

A proibição da tortura está profundamente enraizada. É absoluta e inequívoca. Aplica-se em todas as circunstâncias, quer em tempo de guerra quer em tempo de paz. Também não é permitida a tortura que se oculta por detrás de outros nomes: castigos cruéis e não habituais são inaceitáveis e ilícitos, independentemente dos nomes que lhes queiram atribuir. No entanto, este mal ainda persiste em demasiadas sociedades, sendo tolerado e até praticado pelos governos ou seus agentes.

Todos devemos trabalhar para apagar esta mancha repugnante da consciência da humanidade. Devemos pronunciar-nos decididamente contra todas estas práticas e renovar os nossos esforços para por fim à tortura em todas as suas formas.

O Brasil não apenas ratificou a Convenção Internacional Contra a Tortura, mas ratificou em 2006 os Protocolos Facultativos à Convenção, que obriga o estado a constituir um Comitê Nacional para Prevenção da Tortura. Este foi um passo fundamental na luta contra a tortura. Mas o avanço desta luta dependerá muito da constituição e efetiva operacionalização deste Comitê de acordo com as normas estabelecidas no Protocolo e nos Princípios de Paris.

Em 2007, a lei número 9455/97, que tipifica o crime de tortura no Brasil, completou 10 anos. Resultados preliminares de uma pesquisa que vem sendo realizada pela Comissão Teotônio Vilela (CTV) e pelo Núcleo de Estudos da Violência da USP (NEV/USP), sobre processos referentes a crimes de tortura nas varas criminais da Capital de São Paulo, entre 2000 a 2005, indicam que, do total de casos de tortura denunciados perante o Poder Judiciário, os agressores são agentes do estado em 68% dos casos e agentes privados em 32% dos casos. Dos processos em que já houve uma decisão, em menos de 50% deles houve algum tipo de punição. Conforme os dados, dos casos em que houve condenação, 1/3 deles envolveu agentes do estado e 2/3 envolveram agentes privados, na maioria das vezes relacionados com violência doméstica ou vingança.

Outro problema grave diz respeito à prática sistemática de denúncia do crime de tortura, já que, em alguns casos, eles são denunciados como “abuso de poder” e/ou “lesão corporal”, que apresentam penas mais brandas do que a de crime de tortura.

The United Nations General Assembly selected June 26 to honor June 26, 1987, the day the Convention against Torture and other Cruel, Inhuman or Degrading Treatment or Punishment came into effect. The convention was created to reaffirm that the equal and inalienable rights of the human family are the foundation of freedom, justice, and peace in the world.

Torture is one of the most profound human rights abuses, taking a terrible toll on millions of individuals and their families. Rape, blows to the soles of the feet, suffocation in water, burns, electric shocks, sleep deprivation, shaking and beating are commonly used by torturers to break down an individual’s personality. As terrible as the physical wounds are, the psychological and emotional scars are usually the most devastating and the most difficult to repair. Many torture survivors suffer recurring nightmares and flashbacks. They withdraw from family, school and work and feel a loss of trust.

Fonte: Centro de Informação das Nações Unidas em Bruxelas – RUNIC / Paulo Mesquita / Wikipédia / UN

tortura

Published in: on 24/06/2013 at 01:20  Deixe um comentário  
Tags: , , ,

26 de Junho – Dia Internacional Contra o Abuso e Tráfico Ilícito de Drogas – International Day Against Drug Abuse and Illicit Trafficking

Anualmente a ONU, através do Escritório das Nações Unidas contra Drogas e Crime (UNODC) dá ênfase à Campanha Internacional de Prevenção às Drogas. A data foi definida pela Assembleia Geral da ONU através da Resolução 42/112 de 7 de dezembro de 1987, implementando recomendação da Conferência Internacional sobre o Abuso e o Tráfico Ilícito de Drogas, realizada em 26 de junho do mesmo ano, ocasião em que se aprovou o Plano Multidisciplinar Geral sobre Atividades Futuras de Luta contra o Abuso de Drogas. Esta convenção fornece medidas detalhadas contra o tráfico de drogas, incluindo: provisões contra a lavagem do dinheiro; contra o desvio de precursores químicos; provê apoio logístico para a cooperação internacional na extradição de traficantes, entregas e transferência controladas de produtos. Tais medidas dão suporte ao compromisso mundial de combate ao crime transnacional ratificado pela Declaração do Milênio.

O Relatório Mundial de Drogas de 2007 informa que o comércio mundial de drogas movimenta cerca de US$ 322 bilhões por ano  e que no Brasil houve um crescimento do consumo, contrariando a tendência mundial de estabilização.

By resolution 42/112 of 7 December 1987, the General Assembly decided to observe 26 June as the International Day against Drug Abuse and Illicit Trafficking as an expression of its determination to strengthen action and cooperation to achieve the goal of an international society free of drug abuse. This resolution recommended further action with regard to the report and conclusions of the 1987 International Conference on Drug Abuse and Illicit Trafficking.

Fonte: Wikipédia / UN

abuso-drogas4

26 de Junho – Dia da Aviação Militar de Busca e Salvamento

Há 40 anos, no dia 26 de junho de 1967, depois de dez dias desaparecido na Amazônia, o C-47 de prefixo 2068 foi avistado pelos aviões de busca e salvamento da Força Aérea. Dos 25 militares a bordo, apenas cinco conseguiram sobreviver. Chegava ao fim uma das maiores missões deste tipo já realizadas no Brasil. Foram gastos mais de 1.100 horas de voo, um milhão de litros de combustível gastos e empregadas 32 aeronaves. Naquele dia, um avião Albatroz, do 2º/10º Grupo de Aviação, Esquadrão Pelicano, conseguiu avistar a cauda do C-47 em meio à mata fechada.

Desde esta missão, a Força Aérea Brasileira comemora no dia 26 de junho o Dia da Aviação de Busca e Salvamento.

O Esquadrão Pelicano é o responsável por realizar esse tipo de missão em todo o território nacional e até em países vizinhos.

O Esquadrão foi criado pela Portaria número 60/GM2 de 06 de dezembro de 1957 e teve como sede a Base Aérea de Cumbica, em São Paulo. Foi inicialmente equipado com aeronaves SA-16 Albatroz e helicópteros SH-19D. Em janeiro de 1972, o Esquadrão foi transferido para a Base Aérea de Florianópolis e ali permaneceu por 9 anos.

A fim de atender melhor às dimensões territoriais do Brasil, o 2º/10º GAV foi transferido, em janeiro de 1981, para Campo Grande-MS, localizando-se numa posição mais central em relação ao país. O símbolo do Esquadrão é o Pelicano, ave que representa a abnegação de seus integrantes que, segundo uma velha lenda cristã, diz: “os pelicanos quando não encontram alimento para seus filhotes, rasgam o próprio peito e oferecem sua carne e seu sangue para que eles se alimentem…”

Fonte: Base Aérea de Campo Grande / 2º/10º GAV

busca-salvamento1

24 de Junho – Dia Mundial do Disco Voador – World UFO Day

O dia foi criado a partir do primeiro caso oficial de aparição de OVNIs (Objetos Voadores Não-Identificados) do século 20, em 24 de junho de 1947, quando o piloto norte-americado Keneth Arnold observou durante um voo nove objetos coloridos voando em alta velocidade e convocou a imprensa para relatar o fato.

O Dia Mundial do Disco Voador, reconhecido pela maior parte da comunidade internacional de ufologia, é destinado, na maioria das vezes à troca de informação entre pesquisadores. Um dos mais proeminentes centros de estudo sobre o assunto no país é o Infa (Instituto Nacional de Investigação de Fenômenos Aeroespaciais).

O Vale do Paraíba possui uma incidência de aparições considerada alta pelos ufólogos, e apresenta também um dos mais importantes casos já registrados no Brasil, chamado de “noite oficial dos OVNIs”, em maio de 86.

A maior incidência de registros de OVNIs acontece nas regiões rurais e de serra, que possuem um céu sem tantas “interferências” quanto nos núcleos urbanos. Mas é preciso muito critério para analisar essas aparições, já que elas podem facilmente ser confundidas com fenômenos naturais por leigos no assunto.

A noite de 19 de maio de 1986 ficará para sempre conhecida no Brasil como a Noite Oficial dos Ovnis, pois foram registrados cerca de 21 OVNIs concentrados sobre a região de São José dos Campos, e o fato foi comentado abertamente na imprensa pelo Brigadeiro Otávio Moreira Lima, Ministro da Aeronáutica, que deslocou caças de várias bases para investigar e filmar a ocorrência, permitindo aos pilotos e operadores e radar que dessem testemunhos na imprensa.

World UFO Day is a day in which individuals and groups are encouraged to gather together to watch the skies for Unidentified Flying Objects. World UFO Day was first celebrated in 2001.

June 24th was selected as World UFO Day because the first UFO report that was widely reported took place on June 24th 1947. This UFO sighting was reported by Kenneth Arnold. He reported spotting nine unusual objects flying in a chain near Mount Rainier on that day.

An alternative date for World UFO Day is July 2nd, to commemorate the date of the supposed UFO crash in the 1947 Roswell UFO Incident.

Fonte: Portal São Francisco / Wikipédia

ufo_

Published in: on 22/06/2013 at 01:37  Deixe um comentário  
Tags: , , ,

23 de Junho – Dia das Nações Unidas para o Serviço Público – United Nations Public Service Day

A Assembleia Geral da ONU, em sua resolução 57/277, designou dia 23 de junho como Dia das Nações Unidas para o Serviço Público. Com isso, a ONU pretende comemorar o valor e a força do serviço público junto à comunidade, valorizar a contribuição do serviço público no processo de desenvolvimento; reconhecer o trabalho dos funcionários públicos e incentivar os jovens a seguir carreiras no setor público. Desde a primeira cerimônia de premiação em 2003, as Nações Unidas têm recebido um número crescente de inscrições de todo o mundo.

The UN General Assembly, in its Resolution 57/277, designated 23 June as Public Service Day (A/RES/57/277). The UN Public Service Day intends to celebrate the value and virtue of public service to the community; highlight the contribution of public service in the development process; recognize the work of public servants, and encourage young people to pursue careers in the public sector. Since the first Awards Ceremony in 2003, the United Nations has received an increasing number of submissions from all around the world.

Fonte: UNPAN

serviço-publico1

Published in: on 22/06/2013 at 01:27  Deixe um comentário  
Tags: ,