20 de Julho – Dia Internacional do Xadrez – International Chess Day

A FIDE (Fédération Internationale des Échecs – Federação Internacional de Xadrez) é uma organização que congrega todas as nações com federações nacionais de xadrez e foi fundada em Paris, no dia 20 de julho de 1924.

Nesse dia a FIDE contou apenas com federações de 14 países, mas hoje é uma das maiores organizações internacionais, que representa cerca de 200 países. E desde 1966 em todo o mundo se comemora a 20 de Julho, numa decisão da FIDE, o Dia Internacional do Xadrez.

International Chess Day is observed every July 20. Fans of the classic strategy game gather to celebrate, play and discuss one of the most complex board games on the planet. Chess has mystified pundits for years with strategies, gambits and incredible personalities.

International Chess Day was first observed in 1966. The World Chess Federation used July 20 as the anniversary date of the founding of the organization in 1924.

Chess can be celebrated in as many ways as there are moves on the board. More creative ideas include making a chess set at home, having a family chess tournament and playing chess online. Chess is a worldwide phenomenon that knows no language barriers. Anyone can learn how to play with basic moves, but strategy takes years to master.

Fonte: Yahoo News / Clube de Xadrez Afonsino

xadrez_dia

19 de Julho – Dia Nacional do Futebol

No dia 19 de julho comemora-se o Dia Nacional do Futebol. A escolha da data se deu através da CBF, Confederação Brasileira de Futebol, para homenagear o primeiro time registrado como clube no Brasil, o Sport Clube Rio Grande, fundado em 1900.

Em 19 de julho de 1900, a pretexto de comemorar seu 25º aniversário, o alemão Christian Moritz Minemann reuniu 16 amigos no Clube Germânia e fundou o time. Dias depois, os jogadores receberam da Inglaterra chuteiras, calções compridos e camisetas. O único título do Rio Grande foi o campeonato estadual de 1936.

A Ponte Preta, de Campinas (SP), nasceu 23 dias depois, em 11 de agosto. Clubes como o Vitória e o Flamengo foram fundados antes do Rio Grande, mas não contavam como times de futebol. O Vitória nasceu como um clube de críquete. O futebol só passou a ser praticado na Bahia a partir de 1901 e alguns anos depois o rubro-negro montou seu primeiro time. Já o Flamengo surgiu como clube de remo (daí seu nome: Clube de Regatas Flamengo) e somente em 1911 formou sua primeira equipe de futebol.

O futebol chegou ao Brasil em 1849, através de Charles Miller, que estudou na Inglaterra, onde aprendeu a dominar as técnicas futebolísticas. Ao retornar para o país, trouxe uma bola, uma agulha, uma bomba de encher e um uniforme. Com a divulgação do esporte, este se tornou uma paixão do povo brasileiro, fazendo do nosso país o maior campeão mundial.

As primeiras regras do futebol foram criadas pela associação de futebol de Londres, na Inglaterra, através dos dirigentes dos clubes ingleses. Primeiramente elaboraram treze regras, mas em razão das necessidades, estas passaram para o número de dezessete.

Em 1885 o esporte passou a ser profissionalizado, estimulando o aumento de sua prática, sua evolução técnica e tática. Em virtude de sua popularização por todo o mundo, foi criada uma organização internacional a fim de coordenar os interesses voltados para o esporte, a FIFA.

A origem do esporte se deu por volta dos anos 2.600 a.C, na China, onde era praticado por oito jogadores em cada time, num campo de quatorze metros.

Dentre as modalidades futebolísticas temos o futebol de campo, o futebol de quadra (também conhecido como futsal ou de salão) e futebol de areia (ou beach soccer), cada um com suas regras específicas. Outra forma de jogar é o futebol de botão, feito num tabuleiro e jogado por duas pessoas, mas reproduzindo as mesmas regras.

Fonte: Brasil Escola / Guia de Curiosidades

futebol-dia

23 de Junho – Dia Olímpico – International Olympic Day

Desde 1948, em 23 de junho celebra-se no mundo todo o Dia Olímpico, comemorando a fundação do Comitê Olímpico Internacional (COI) pelo Barão Pierre de Coubertin no ano de 1894, em Paris, França – acontecimento que marcou o renascimento dos Jogos Olímpicos da Era Moderna.

Anualmente, por ocasião da passagem do Dia Olímpico, quase todos os 200 Comitês Olímpicos Nacionais promovem a Corrida do Dia Olímpico – Olympic Day Run. E a Semana Olímpica nada mais é do que um prolongamento das festividades comemorativas em torno desse dia.

Desde 1987, a Corrida do Dia Olímpico, que busca difundir o Movimento Olímpico em todo o mundo, reúne milhares de homens, mulheres, jovens e crianças de diversas culturas e classes sociais, irmanados pelo ideal olímpico – que busca utilizar o esporte como fator de socialização, contribuindo assim para a formação de uma sociedade pacífica e comprometida com a preservação dos valores éticos e morais que dignificam o ser humano.

Objetivando a maior divulgação do Movimento Olímpico no país, o Comitê Olímpico Brasileiro (COB), desde 1998 promove a realização da Semana Olímpica, evento que compreende diversas manifestações de caráter cultural, educacional e esportivo.

Reunindo características importantes para atração da comunidade e da mídia, o evento está inserido no calendário de atividades comemorativas do COI e do COB, proporcionando assim repercussão em âmbito nacional e internacional.

No Brasil, 23 de junho é também Dia do Desporto, instituído pela Lei Pelé (Lei nº 9615/98, artigo 86).

Olympic is known to be one of the most popular sports events in the world. 23rd June is popular as the International Olympic Day.

International Olympic Day was firstly celebrated on 23rd June 1948. During the time of 42nd International Olympic session at St Moritz of Switzerland in the year 1948, the International Olympic Committee firstly declared 23rd June as the “International Olympic Day”.

Fonte: Comitê Olímpico Brasileiro / Society Events

dia_olimpico

14 de Janeiro – Dia do Treinador de Futebol

Compete ao Treinador de Futebol treinar e orientar atletas de futebol profissional ou amador, ministrando-lhes as técnicas e regras de futebol, com o objetivo de assegurar-lhes conhecimentos técnicos e táticos necessários para a prática desse esporte em situação de treinos e jogos amistosos e de competições.

O Brasil é o único país que concede direito ao portador do diploma de Educação Física de exercer a profissão de Treinador de Futebol Profissional. Nos demais países, o portador do diploma tem que fazer curso próprio de Treinador para exercer a profissão. Nesses países, o portador do diploma de Educação Física é considerado “Educador Esportivo” e não tem o direito, automático, de exercer a profissão sem antes fazer curso de Treinador de Futebol.

Fonte: SINDBOLMG

treinador-do-sao-paulo

Published in: on 12/01/2014 at 22:51  Deixe um comentário  
Tags: , ,

31 de Dezembro – Corrida Internacional de São Silvestre

Em meio às comemorações de um novo ano, o povo de São Paulo aprendeu a conviver com uma outra festa: a Corrida de São Silvestre. Para os atletas, o clima e a receptividade do povo paulistano não poderia ser melhor. Logo cedo, no dia 31 de dezembro, as ruas da cidade anunciam o espetáculo, principalmente a avenida Paulista, ponto de chegada e partida de quinze mil corredores.

Esse rito se repete há quase oito décadas. Tudo começou com o jornalista Cásper Líbero, que se inspirou numa corrida noturna francesa em que os competidores carregavam tochas de fogo durante o percurso. Era o ano de 1924. Depois de assistir ao evento em Paris, ele não teve dúvidas de trazer o projeto para São Paulo. À meia-noite de 31 de dezembro daquele mesmo ano foi disputada a primeira São Silvestre, que homenageia o Santo do dia.

A participação, contudo, ficou restrita aos homens e coube a Alfredo Gomes, atleta do Clube Espéria, escrever o seu nome na história desta prova como o primeiro vencedor. Naquela época, as corridas de rua eram praticadas de forma esporádica no Interior e na Capital paulista, o que acabou contribuindo decisivamente para o desenvolvimento do pedestrianismo no Brasil.

Cásper Líbero era um apaixonado pelo esporte e, mesmo diante das maiores dificuldades, como nas edições de 1932 durante a Revolução Constitucionalista, em que os paulistas lutaram contra outros estados do país, e em plena II Guerra Mundial, não mediu esforços para que a prova acontecesse. Quando veio a falecer, em 1943, a competição já tinha conquistado os paulistanos e continuou mais viva ainda.

Até a sua 20ª edição, a São Silvestre era disputada somente por brasileiros. A partir de 1945, assumiu caráter internacional com a presença de convidados do Chile e Uruguai. Depois disso, correram pelas ruas de São Paulo atletas americanos, europeus, africanos e asiáticos. Na nova fase, o atletismo nacional saiu-se vitorioso somente nos dois primeiros anos, quando Sebastião Monteiro cruzou em primeiro a linha de chegada.

Quando a ONU instituiu o Ano Internacional da Mulher, em 1975, o jornal A Gazeta Esportiva, organizador da prova e de olho nos acontecimentos mundiais, instituiu a primeira competição feminina, que foi realizada em conjunto com a masculina, mas com a classificação em separado. A campeã da inédita prova foi a alemã Christa Valensieck, que voltou para repetir o feito no ano seguinte.

A 74ª edição ganhou mais duas novidades: chip para os corredores de elite e a abertura das duas pistas da Paulista para a chegada. As mudanças tiveram o objetivo de preparar a prova para a virada do século, bem como aumentar o número de participantes, ambas com sucesso.

A 89ª edição da Corrida Internacional de São Silvestre recebeu o número recorde de inscrições. Em 2013, serão 27, 5 mil corredores que participarão da prova. Nos últimos dois anos o número de inscritos ficou na casa dos 25 mil.

A tradicional corrida de 15 quilômetros, que passa por alguns pontos turísticos da capital, como Avenida Paulista, Teatro Municipal, Estádio do Pacaembu, entre outros, é última etapa do calendário de provas de rua do ano. São 27, 5 mil vagas à disposição dos atletas profissionais e amadores. Neste ano, a largada será às 9h. As pessoas com necessidades especiais largarão às 6h50.

Fonte: Site da São Silvestre / G1

corrida

Published in: on 21/12/2013 at 02:06  Deixe um comentário  
Tags: , ,

1º de Setembro – Dia do Profissional de Educação Física

Atualmente o Brasil tem aproximadamente 38 mil profissionais registrados junto aos Conselhos Regionais de Educação Física, comprometidos com as novas responsabilidades éticas e profissionais decorrentes da regulamentação  da profissão.

O projeto de regulamentação da profissão foi aprovado em 1º de setembro de 1998, tornando-se a Lei número 9.696/98. O presidente Luis Inácio Lula da Silva sancionou a Lei número 11.342, de 18 de agosto de 2006, que institui o dia 1° de Setembro como o Dia do Profissional de Educação Física.

O Profissional de Educação Física vem ampliando e ocupando maior espaço no contexto da nossa sociedade.  As escolas, academias, clubes esportivos, centros de lazer e recreação e as empresas são instituições que vem acolhendo o profissional focado em evoluir, buscando sempre corresponder às necessidades atuais e futuras da sociedade em que está inserido.

No ambiente escolar, evidencia-se cada vez mais a atuação de educadores, então professores de Educação Física, que lutam incessantemente para que a EF seja reconhecida como área de conhecimento dentro da escola, e não somente atividade desvinculada de qualquer contexto educacional ou projeto pedagógico.

Fonte : Metrocamp

educacao_fisica

27 de Julho – Dia do Gatebol

Em São Paulo, 27 de julho é o Dia do Gatebol. Esporte praticado predominantemente por idosos, o gatebol é jogado por mais de 6 milhões de pessoas no Japão. No Brasil, calcula-se que o número de praticantes atinja 15 mil pessoas de ambos os sexos, não se restringindo somente a idosos. Na Grande São Paulo existem cerca de cem clubes e academias de gatebol.

O princípio do jogo consiste em impulsionar a bola com o auxílio de um taco (stick) e fazê-la passar sob três arcos. Há ainda uma estaca final no centro do campo. Os arcos têm 22 cm de largura por 20 cm de altura. Cada jogador ganha um ponto pela passagem de cada gate (trave) e dois pontos batendo no pino central, completando cinco pontos.

O gatebol foi criado em 1947 por Eiji Suzuki, na província de Hokkaido, no norte do Japão. Ao ver o país abalado pela derrota na Segunda Guerra Mundial, Suzuki decidiu criar uma brincadeira divertida para as crianças.

Inspirando-se no críquete, ele criou as regras do gatebol. Com o passar do tempo o gatebol passou a ganhar popularidade entre os idosos e, na década de 80, espalhou-se por todo o Japão e pelo mundo.

No Brasil, o gatebol chegou em 1978. Matsumi Kuroki, durante uma visita ao Japão, conheceu o jogo e trouxe-o para o Brasil. Em 1979, realizou-se a primeira partida em equipe no Brasil, na Associação de Jovens de Fukuhaku. Em 1981 foi realizado o primeiro torneio do esporte no Brasil, promovido pelo Clube de Anciões Hakuju-kai. No ano seguinte foi construído o primeiro campo na cidade de São Paulo e, de lá para cá, o número de adeptos vem crescendo.

Hoje, o gatebol está espalhado por todo Brasil e pode ser visto também em cidades do interior de São Paulo e também, nos Estados do Paraná, Rio Grande do Sul, Bahia, Goiás, Rio de Janeiro, Mato Grosso e Pará.

Fonte: Fundação Japão / Jornal Nippo-Brasil

gatebol1

Published in: on 25/07/2013 at 01:06  Deixe um comentário  
Tags: , , ,

2 de Julho – Dia Mundial do Jornalista Esportivo – World Sports Journalists Day

O Dia Mundial do Jornalista Esportivo é comemorado anualmente no dia 2 de julho (AIPS – International Sports Press Association).

A ocasião é celebrada para encorajar os membros da mídia esportiva a buscar a excelência em seu trabalho profissional. Em todas as oportunidades usar o esporte como um veículo para a paz mundial, e sempre serem justos e imparciais. Um jornalista deve servir de exemplo para todos, agregando valor não só para o mundo do desporto, mas para o mundo em geral, na cultura, paz, bons valores, etc.

Jornalismo Esportivo é a especialização da profissão jornalística nos fatos relacionados aos esportes, ginástica, jogos, hobbies e outras atividades de exercício físico.

World Sports Journalists Day is celebrated on July 2, every year. The occasion is celebrated to urge members of the sporting media to strive for excellence in their professional work. On should grab hold of every opportunity to use sport as a vehicle for world peace, and to be fair and impartial goal. World Sports Journalists Day is the responsibility as journalists to set an example to the world. A journalist can add value not only to the world of sport, but to the world at large – to culture, to peace, and to good values.

Fonte: AIPS / Society Events / Wikipédia

jornalista_esportivo