11 de Novembro – Dia Mundial do Origami – World Origami Day

O Dia Mundial do Origami comemora-se a 11 de novembro.

Mais do que um simples papel dobrado, o origami é um símbolo de paz, utilizado há séculos em cerimônias e festivais japoneses. Uma menina de 12 anos de nome Sadako Sasaki, vítima da bomba atômica da Segunda Guerra Mundial, tornou o origami de um grou um símbolo de paz mundial. Sadako fez 646 grous (tsurus) antes de morrer, na esperança de pedir um desejo de cura, segundo a lenda que diz que quem faz 1000 mil tsurus em origami tem direito a um desejo concedido pelos deuses. Os seus amigos fizeram mais 354 para completar os 1000 tsurus.

O dia 11 de novembro foi escolhido pela Nippon Origami Association para a celebração do origami por o encararem como um dia adequado para a paz e para a esperança mundial.

No Dia Mundial do Origami realizam-se workshops sobre esta arte, entre outras iniciativas. É o dia ideal para aprender ou melhorar a arte do origami.

World Origami Day is celebrated on November 11 of every year. The World Origami Day is created to honour the ancient Japanese art of forming the intricate things and complex shapes out of square pieces of paper. Hence Origami Day is a perfect day for you to love the art of folding paper and to create beautiful creations from paper, napkins, dollar bills, cloth, and anything that holds a wrinkle.

Fonte: Happy Days 365 / Calendarr

Anúncios

Dia Mundial em Memória das Vítimas na Estrada – World Day of Remembrance for Road Traffic Victims

A Assembleia Geral das Nações Unidas escolheu o terceiro domingo de novembro para celebrar o Dia Mundial em Memória das Vítimas na Estrada, por ser uma data muito próxima da celebração em memória das vítimas da 2ª Guerra Mundial. É uma forma de simbolicamente sublinhar que as estradas matam mais pessoas que a maior parte das guerras.

Acidentes de trânsito matam o quádruplo do que guerras e conflitos, aponta levantamento mundial da Organização Mundial da Saúde (OMS) sobre dados do ano 2000.

Acidentes de trânsito são a maior causa de mortes violentas, com 1,26 milhão de vítimas fatais. Em segundo, aparece o suicídio, com 815 mil mortes, seguido por assassinato, com 520 mil mortes. Mortes causadas por guerras e conflitos aparecem num distante sexto lugar, com 310 mil casos.

A cada 13 minutos morre um brasileiro em acidente de trânsito. A cada sete minutos ocorre um atropelamento. Aproximadamente 50 mil brasileiros morrem por ano e outros 350 mil ficam feridos, 60% destes com lesões permanentes. Dos que morrem, 44% foram vítimas de atropelamento e 41% estão na faixa etária entre 15 e 34 anos. Cerca de 60% dos leitos de traumatologia dos hospitais brasileiros são ocupados por acidentados de trânsito. Anualmente temos uma guerra do Vietnã por aqui. Mais de 700 mil pessoas morreram em acidentes do trânsito de 1960 a 2000 no país.

De cada dez leitos hospitalares, cinco são ocupados por acidentados. O trânsito mata mais crianças de um a 14 anos do que as doenças. Os acidentes de trânsito são a terceira “causa mortis” no Brasil e o segundo problema de saúde pública – só perde para a depressão. Na Santa Casa de São Paulo, 80% das pessoas atendidas com traumatismo grave eram vítimas da combinação álcool e direção. Mais de 50% das mortes no trânsito tem essa combinação: volante e bebida alcoólica ou volante e droga. Nesse caso a droga mata mais não usuários.

Seis crianças morrem por dia em acidentes de trânsito. Já é a principal causa de morte infantil. A Organização Mundial de Saúde, OMS, afirma que em 2020 os acidentes de carro serão a terceira maior causa de mortes e ferimentos em todo o planeta. Vai perder apenas para as isquemias do coração e para a depressão.

The World Day of Remembrance for Road Traffic Victims was first celebrated nationally by RoadPeace in 1993. Since then it has been observed and promoted worldwide by several non-governmental organization (NGOs), including RoadPeace, the Association for Safe International Road Travel (ASIRT) and the European Federation of Road Traffic Victims (FEVR) and its associated organizations.

In recognition of the enormous strength that NGOs possess as advocates for road safety, WHO hosted a meeting of 12 such groups in September 2003. The meeting led to the creation of an informal network of agencies that advocates for road safety, and the identification of areas for joint activities. ASIRT, FEVR and RoadPeace were invited to be members of the UN Road Safety Collaboration. They, together with other NGOs in the informal network, lobbied through the Collaboration for a day to be dedicated to victims and their families. This led to the recognition by the United Nations General Assembly of the third Sunday in November every year as a World Day of Remembrance for Road Traffic Victims “as the appropriate acknowledgment for victims of road traffic crashes and their families”.

Fonte: Forum MCV / Folha Online / Jornal O Vizinho / WHO

Dia Nacional de Conscientização do Estresse

Dia instituído pelo Projeto de Lei número 3555/08, a ser comemorado anualmente no terceiro domingo de novembro.

Considerado pela Organização Mundial de Saúde (OMS) como um mal crônico da sociedade, o estresse é cumulativo; vitima pessoas das mais variadas faixas etárias e classes sociais e provoca depressão, irritabilidade, baixo rendimento profissional, desatenção e problemas de relacionamento, além de fazer disparar os dispositivos responsáveis pelo envelhecimento precoce. É fator agravante para uma série de doenças e pode retardar a recuperação do convalescente. Trata-se, em resumo, de uma reação do organismo a qualquer fato que altere a rotina, gerando expectativas ou apreensão; não precisa, necessariamente, ser resultado de um acontecimento negativo, mas pode, isso sim, gerar atitudes destrutivas em relação à nós mesmos ou aos outros.

Atividades físicas e intelectuais que auxiliem na liberação das tensões e que propiciem um maior convívio com família, amigos e sociedade são as grandes aliadas no combate ao estresse, além, é claro, de uma alimentação adequada e de uma vida afetiva estável e equilibrada.

Além do convívio com amigos e familiares, também contribuem para o alívio do estresse passeios e viagens descompromissadas, interação com crianças e animais e o trabalho voluntário, entre outras ações.

Fonte: CCJ da Câmara / Correio do Povo

Dia Mundial da Filosofia – World Philosophy Day

O Dia Mundial da Filosofia foi criado pela UNESCO, em 2002, e é celebrado sempre na terceira quinta-feira do mês de novembro.

O principal objetivo da data é disseminar a filosofia, sensibilizando o público para a atualidade das questões estudadas por esse campo do saber e sua estreita ligação com os valores culturais necessários para a construção de sociedades mais éticas e igualitárias.

Filosofia (do grego philos – que ama + sophia – sabedoria, = que ama a sabedoria ) é a investigação crítica e racional dos princípios fundamentais relacionados ao mundo e ao homem. Modernamente, é a disciplina ou a área de estudos que envolve a investigação, a argumentação, a análise, discussão, formação e reflexão das ideias sobre o mundo, o Homem e o Ser. Originou-se da inquietude gerada pela curiosidade em compreender e questionar os valores e as interpretações aceitas sobre a realidade dadas pelo senso comum e pela tradição.

Celebrated at UNESCO’s initiative every third Thursday of November since 2002. The events organized by UNESCO, or by its partners, will be an opportunity to make philosophical reflection accessible to all (professors and students, scholars and the general public, the young and the less young), thereby enlarging the opportunities and spaces for the stimulation of critical thinking and debate.

Fonte: UNESCO / Wikipédia

Published in: on 09/11/2017 at 01:20  Deixe um comentário  
Tags: , ,

Dia Mundial da Usabilidade – World Usability Day

O Dia Mundial da Usabilidade, comemorado a cada segunda quinta-feira de novembro, promove os valores e benefícios da engenharia de usabilidade e design centrado no usuário, porque todos têm o direito de ter as coisas funcionando melhor. O mundo é um lugar melhor quando fazemos assim. (WUD).

A usabilidade no desenvolvimento de aplicativos ganha cada vez mais força. Podemos perceber isso ao observar o calendário de eventos regulares sobre esse assunto. Há muito tempo a usabilidade é tema discutido em todo mundo com objetivos comerciais e, diferente do que muitos imaginam, bem antes do surgimento da internet. Com o advento da internet comercial houve uma popularização e a usabilidade deixou de ser encarada como assunto acadêmico ou ao alcance de privilegiados em grandes corporações, projetos e pesquisas.

World Usability Day was founded in 2005 as an initiative of the Usability Professionals’ Association to ensure that services and products important to human life are easier to access and simpler to use. Each year, on the second Thursday of November, over 200 events are organized in over 43 countries around the world to raise awareness for the general public, and train professionals in the tools and issues central to good usability research, development and practice.

Fonte: Webinsider / World Usability Day

Published in: on 09/11/2017 at 01:10  Deixe um comentário  
Tags: ,

25 de Novembro – Dia Nacional da Baiana de Acarajé

Dia instituído pelo Projeto de Lei número 2821/2003.

As primeiras baianas de acarajé foram as africanas, escravas alforriadas, ainda na época do Brasil Colônia. Elas vendiam de porta em porta suas iguarias, como bijus, acarajé, cuscuz, bolinhos e outras delícias da culinária afro-baiana. Saíam vestidas com suas batas brancas, saias, colares, brincos e colocavam seus cestos equilibrados na cabeça.

O acarajé, na sua origem, só poderia ser vendido pelas filhas de Santo de Iansã (Santa Bárbara, no sincretismo entre o catolicismo e o candomblé). A massa do bolinho de feijão fradinho, cebola e sal, frita no azeite de dendê – era feito dentro do próprio terreiro de onde a baiana saía com todas as suas obrigações a serem cumpridas a seu Orixá.

Hoje, a venda do acarajé virou meio de vida para milhares de pessoas e principalmente a população afro-descendente de Salvador, sem necessariamente serem ligadas ao candomblé. Deixaram de trabalhar de porta em porta como seus antepassados e atendem seus clientes em pontos fixos.

Em Salvador já se comemorava o “Dia da Baiana” no dia 25 de novembro e o acarajé, comida típica da culinária local, é considerado Patrimônio Cultural da cidade.

Fonte : CCJC / Portal Rio Vermelho

24 de Novembro – Dia da Sardinha – Sardines Day

Pertencentes a família Clupeidae, as sardinhas são peixes pequenos – medem até 25 cm de comprimento – de coloração prateada, escamosos e pelágicos, ou seja, vivem no mar, em águas rasas, em grandes cardumes.

O nome “sardinha” faz referência ao local de origem desses peixes que nadaram milhares de quilômetros e disseminaram-se pelos mares do mundo. As sardinhas são originalmente da região da Sardenha, ilha localizada no Mar Mediterrâneo.

As propriedades nutritivas da sardinha são enormes, mas ainda pouco conhecidas pela maioria da população. Esses peixes são ricos em diversas substâncias, das quais se destaca o ácido graxo ômega-3.

Existem várias formas de preparar as sardinhas. O consumo de sardinha fresca é muito mais saudável do que o consumo de sardinha enlatada.

November 24th is Sardines Day. Sardines are several types of small, edible fish in the herring family. Sardines were found in great schools along the coasts of Europe and were named after the Island of Sardina. Sardines are typically canned and sold in supermarkets. They are washed, their heads removed, cooked and then dried. They are packed in oil, water or a sauce. Sardines are rich in omega-3 fatty acids and a good source of vitamin D, calcium, B12 and protein.

Fonte: Keep In Calendar / Info Escola

Published in: on 05/11/2017 at 18:49  Deixe um comentário  
Tags: , , , ,

20 de Novembro – Dia do Auditor Interno

O Dia do Auditor Interno é comemorado em 20 de novembro em homenagem a fundação do Instituto dos Auditores Internos do Brasil – Audibra – em 1960, em São Paulo.

No âmbito da administração pública, o Auditor Interno é responsável pelo controle dos gastos do dinheiro público, verificando se estão sendo devidamente aplicados e fazendo aquilo que é seu objetivo: trazer benefícios à comunidade, tanto na saúde quanto na educação, segurança e lazer.

O auditor (palavra que tem origem latina, com o significado de “ouvir”) também exerce a função de garantir que o dinheiro arrecadado com os impostos sejam aplicados na construção ou na manutenção de bens que atendam à população.

Da mesma forma como um chefe de família preocupa-se em fazer bom uso das verbas que utiliza para manter sua família, o Auditor Interno deve, na administração pública, verificar a destinação dos recursos arrecadados através dos impostos, que são pagos pela população.

Gerenciar os recursos públicos é essencial para o desenvolvimento de qualquer sociedade, verificando se os governantes estão aplicando devidamente esses recursos, investindo nas áreas necessárias e trazendo o retorno de sua contribuição.

Nesse contexto é que atua o Auditor Interno, um servidor público que trabalha para salvaguardar a correta aplicação e a salvaguarda do patrimônio público, tornando transparente a utilização do dinheiro público.

O Auditor Interno é o profissional que faz as verificações e avaliações dos pontos de controle internos e dos sistemas e procedimentos dos investimentos em uma empresa ou órgão público. É através da sua auditoria, da sua análise dos procedimentos, que a sociedade ou os gestores empresariais podem verificar erros e minimizar qualquer tipo de fraude ou de práticas ineficientes na aplicação de recursos. Por esse ponto de vista, a auditoria é uma prática que pode ser aplicada tanto na produção quanto na administração.

O Auditor Interno utiliza-se de ferramentas de gerenciamento para medir o padrão de qualidade de um setor, uma empresa ou entidade, fazendo a avaliação das transações e certificando-se da real situação econômico-financeira da empresa ou entidade, realizando levantamentos para apontar possibilidades de falhas ou de problemas de organização.

Para a empresa ou entidade, a auditoria é uma forma de garantir que os recursos estejam sendo dirigidos corretamente, apresentando pontos fortes e fracos de uma organização e realizando um planejamento adequado, conforme as informações obtidas.

Oficialmente, a função de Auditor surgiu na Inglaterra, em 1314, quando foi criado o cargo de Auditor do tesouro da Inglaterra. Em 1559, a Rainha Elizabeth I estabeleceu a Auditoria dos Pagamentos a Servidores Públicos e, em 1880 surgiu, também na Inglaterra, a Associação dos Contadores Públicos Certificados.

No Brasil, a função de Auditor Interno foi impulsionada pela Lei das S/A, em 1976, exigindo a presença de um profissional que fiscalizasse e analisasse a situação econômica e financeira das empresas e órgãos públicos.

Fonte: Calendário BR

20 de Novembro – Dia da Industrialização da África – Africa Industrialization Day

A Assembleia Geral das Nações Unidas proclamou 20 de novembro como o Dia da Industrialização da África (resolução 44/237, de 22 de dezembro de 1989). Este dia destina-se a mobilizar a comunidade internacional e levá-la a assumir um compromisso em relação à industrialização da África.

A indústria no continente africano é bem modesta; devido ao longo período de colonização, tornou-se uma área fornecedora de matérias-primas para industrialização estrangeiras. A industrialização é pequena pelos seguintes fatores: escassez de financiamentos; falta de mão-de-obra especializada; carência de energia elétrica; deficiência da rede de transportes; baixo poder aquisitivo da população

A África, um imenso continente onde vivem atualmente cerca de 780 milhões de pessoas e onde existem 53 países independentes, apresenta grande diversidade étnica, cultural e política. Se comparado com outros, do ponto de vista da economia, o continente africano é o mais pobre de todos. Entretanto, como é o continente dos contrastes, existem alguns poucos países que possuem um padrão de vida razoável, pois são industrializados e contam com enormes riquezas minerais, que deveriam ser melhor utilizadas afim de se obter uma distribuição de renda mais justa.

Africa Industrialization Day is celebrated on November 20 each year. It is a time when governments and other organizations in many African countries examine ways to stimulate Africa’s industrialization process. It is also an occasion to draw worldwide media attention to the problems and challenges of industrialization in Africa.

Fonte: Celebremos a Paz / Time and Date

18 de Novembro – Dia Nacional do Notário e Registrador

18 de novembro foi instituído pela Lei n. 11.630, de 26 de dezembro de 2007, o Dia Nacional do Notário e Registrador, data que inspira a cada ano um momento de reflexão sobre os avanços da atividade para a sociedade brasileira. Isso porque, os serviços prestados pelos cartórios contribuem para o exercício da cidadania, acompanhando o cidadão ao longo de toda vida, desde o nascimento até o óbito. A trajetória inicia quando os pais buscam um cartório para fazer o registro de nascimento de seus filhos. Anos depois, com o ingresso na faculdade, é preciso autenticar documentos para a matrícula. Se o menor de idade vai morar e estudar em outra cidade, talvez seja necessária a emancipação. Depois vêm contratos de aluguel, a compra do primeiro carro, o casamento, a casa própria, entre outras diversas conquistas ao longo da vida que passam pelos cartórios para ter validade e segurança jurídica.

Documento estabelecido constitucionalmente, o Registro Civil brasileiro garante ao cidadão acesso as condições básicas de cidadania ofertadas pelo Estado como saúde e educação, além de ser pré-requisito para obtenção de documentos fundamentais como Registro Geral (RG) e Cadastro de Pessoa Física (CPF). Em 10 anos, o número de crianças não registradas em cartórios no ano do nascimento caiu de 18,8% em 2003 para 5,1% em 2013 de acordo com relatório do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Com isso, o país se aproxima da erradicação do subregistro, sendo que o percentual considerado pelos organismos internacionais como erradicado é de 5%.

Essa conquista reflete algumas iniciativas como a gratuidade da primeira via dos registros de nascimentos, a realização de campanhas nacionais, a instalação de postos dos cartórios nas maternidades e a criação do compromisso nacional pela erradicação do subregistro de nascimentos e ampliação do acesso à documentação civil básica.

Fonte: ANOREG/BR