Dia Mundial em Memória das Vítimas na Estrada – World Day of Remembrance for Road Traffic Victims

A Assembleia Geral das Nações Unidas escolheu o terceiro domingo de novembro para celebrar o Dia Mundial em Memória das Vítimas na Estrada, por ser uma data muito próxima da celebração em memória das vítimas da 2ª Guerra Mundial. É uma forma de simbolicamente sublinhar que as estradas matam mais pessoas que a maior parte das guerras.

Acidentes de trânsito matam o quádruplo do que guerras e conflitos, aponta levantamento mundial da Organização Mundial da Saúde (OMS) sobre dados do ano 2000.

Acidentes de trânsito são a maior causa de mortes violentas, com 1,26 milhão de vítimas fatais. Em segundo, aparece o suicídio, com 815 mil mortes, seguido por assassinato, com 520 mil mortes. Mortes causadas por guerras e conflitos aparecem num distante sexto lugar, com 310 mil casos.

A cada 13 minutos morre um brasileiro em acidente de trânsito. A cada sete minutos ocorre um atropelamento. Aproximadamente 50 mil brasileiros morrem por ano e outros 350 mil ficam feridos, 60% destes com lesões permanentes. Dos que morrem, 44% foram vítimas de atropelamento e 41% estão na faixa etária entre 15 e 34 anos. Cerca de 60% dos leitos de traumatologia dos hospitais brasileiros são ocupados por acidentados de trânsito. Anualmente temos uma guerra do Vietnã por aqui. Mais de 700 mil pessoas morreram em acidentes do trânsito de 1960 a 2000 no país.

De cada dez leitos hospitalares, cinco são ocupados por acidentados. O trânsito mata mais crianças de um a 14 anos do que as doenças. Os acidentes de trânsito são a terceira “causa mortis” no Brasil e o segundo problema de saúde pública – só perde para a depressão. Na Santa Casa de São Paulo, 80% das pessoas atendidas com traumatismo grave eram vítimas da combinação álcool e direção. Mais de 50% das mortes no trânsito tem essa combinação: volante e bebida alcoólica ou volante e droga. Nesse caso a droga mata mais não usuários.

Seis crianças morrem por dia em acidentes de trânsito. Já é a principal causa de morte infantil. A Organização Mundial de Saúde, OMS, afirma que em 2020 os acidentes de carro serão a terceira maior causa de mortes e ferimentos em todo o planeta. Vai perder apenas para as isquemias do coração e para a depressão.

The World Day of Remembrance for Road Traffic Victims was first celebrated nationally by RoadPeace in 1993. Since then it has been observed and promoted worldwide by several non-governmental organization (NGOs), including RoadPeace, the Association for Safe International Road Travel (ASIRT) and the European Federation of Road Traffic Victims (FEVR) and its associated organizations.

In recognition of the enormous strength that NGOs possess as advocates for road safety, WHO hosted a meeting of 12 such groups in September 2003. The meeting led to the creation of an informal network of agencies that advocates for road safety, and the identification of areas for joint activities. ASIRT, FEVR and RoadPeace were invited to be members of the UN Road Safety Collaboration. They, together with other NGOs in the informal network, lobbied through the Collaboration for a day to be dedicated to victims and their families. This led to the recognition by the United Nations General Assembly of the third Sunday in November every year as a World Day of Remembrance for Road Traffic Victims “as the appropriate acknowledgment for victims of road traffic crashes and their families”.

Fonte: Forum MCV / Folha Online / Jornal O Vizinho / WHO

Anúncios

APLICATIVO ‘ESPIA AQUI’ MOSTRA CONDIÇÕES DE TRÁFEGO NAS ESTRADAS

Antes de pegar estrada veja as condições de tráfego no aplicativo Espia Aqui SP, disponibilizado gratuitamente pela Secretaria de Logística e Transportes na Apple Store (IOS) e no Google Play (Android). A partir do programa é possível ver em tempo real as imagens das câmeras de monitoramento do DER, da Artesp e da Dersa.

As atualizações são feitas a cada minuto. O app disponibiliza imagens de 130 câmeras instaladas em 20 rodovias e três travessias litorâneas que integram o aplicativo.

Para baixar o aplicativo no seu celular, basta acessar do seu aparelho a Apple Store (IOS) ou o Google Play (Android) e inserir o nome do aplicativo ‘Espia Aqui’ na pesquisa.

As rodovias monitoradas são:

SP 008 (Rod. Pedro Astenori Marigliani) – km 095.

SP 046 (Rod. Oswaldo Barbosa Guisardi) – km 167.

SP 055 (Rod. Doutor Manoel Hyppolito Rego) – km.55, sentido Caraguatatuba, km.136 sentido Bertioga, km193 sentido Bertioga, km 193 sentido São Sebastião, km.211 sentido Santos, km. 211 sentido São Sebastião, km. 214 sentido São Sebastião, km. 214 sentido Santos.

SP 055 – (Rod. Padre Manoel da Nobrega) – km.246 sentido Bertioga, km.293 sentido São Paulo, km.293 sentido Itanhaém, km. 311 sentido Praia Grande, km. 323 sentido São Paulo, km.337 sentido São Paulo, km. 34 sentido Peruíbe.

SP 063 – (Rod. Alkindar Monteiro Junqueira) – km 28 sentido Bragança Paulista.

SP 065 (Rod. D.Pedro I) – km. 4 próximo ao trevo com Dutra, km.74 próximo ao acesso para Fernão Dias, Km 79 próximo à praça de pedágio de Atibaia, km. 127 próximo ao acesso ao anel viário Magalhaes Teixeira, km. 134 próximo ao entroncamento com a Gov. Dr. Adhemar Pereira de Barros, km.137 próximo ao trevo do Parque D. Pedro Shopping, km.138 próximo ao acesso para Barão Geraldo, km. 144 próximo ao entroncamento com a Anhanguera.

SP 070 – (Rod. Ayrton Senna) – km. 15 sentido leste, km. 19 sentido leste, km. 32 sentido leste, km.53 sentido leste, km.57 sentido oeste, km. 60 sentido leste.

SP 070 – (Rod. Carvalho Pinto) – km. 83 sentido oeste, km.92 sentido leste, km.95 sentido leste, km.115 sentido oeste, km.130 sentido oeste.

SP 088 (Rod. Pedro Eroles) – km. 45 sentido Mogi das Cruzes.

SP098 (Rod. Dom Paulo Rolim Loureiro) – km. 63 sentido litoral, km. 77 -sentido Bertioga, km 98 sentido Mogi das Cruzes.

SP099 – (Rod. dos Tamoios) – km.18 sentido São José dos Campos, km.34 sentido São José dos Campos, km. 60 sentido São José dos Campos, km. 72 sentido Caraguatatuba, km.74- sentido Caraguatatuba, km.81 sentido Caraguatatuba, km. 81 Sentido São José dos Campos.

SP 123 (Rod. Floriano Rodrigues Pinheiro) – km.8 sentido Campos do Jordão, km. 26 sentido Taubaté – km 26 – sentido campos do Jordão – km. 31 – sentido Campos do Jordão – km.31 – sentido Taubaté, Km. 33 Sentido Pindamonhangaba, km. 46 sentido Campos do Jordão.

SP125 (Rod. Oswaldo Cruz) – km. 14 sentido Ubatuba, km.42 sentido Ubatuba, km.81 sentido Ubatuba, km.88 sentido Ubatuba, km. 88 sentido Taubaté.

SP 150 (Rod. Anchieta) – km. 13 sentido Ribeirão dos Couros, km. 23 sentido Trevo da Volkswagen, km. 31 sentido pedágio Riacho Grande, km. 43 sentido Serra, km. 55 sentido – trevo de Cubatão, km. 65 sentido – entrada de Santos.

SP 160 (Rod. dos Imigrantes) -km.12-sentido Planalto, km.20 sentido Planalto, km.28 sentido balança Planalto, km. 32 sentido pedágio Piratininga, km. 40 sentido Planalto, km. 48 sentido Serra, km.56 -balança Baixada, km. 59 acesso Baixada.

SP 270 (Rod. Raposo Tavares) – km.10 sentido São Paulo, km.12 sentido Cotia, km. 17 sentido Cotia, km 20. sentido Cotia, km. 20 sentido São Paulo, km. 24 -sentido São Paulo, km. 30 sentido Cotia / SP 280 (Rod. Presidente Castello Branco), km.13 sentido Osasco, km. 17 sentido Osasco, km.20 sentido Osasco, km. 22 sentido Barueri, km.27 – sentido Barueri, km. 28 sentido Barueri, km.30 sentido Jandira, km. 36 sentido Itapevi,- km. 48 – Araçariguama.

SP 324 (Rod. Miguel Melhado Campos) – km. 81 sentido Vinhedo.

SP 330 (Rod. Anhanguera) – km.65 sentido Jundiaí, km.103 sentido Campinas, km.125 sentido Cordeirópolis.

SP348 (Rod. dos Bandeirantes) – km. 32 sentido Jundiaí, km. 77 sentido Campinas, km.154 sentido Cordeirópolis.

SP 354 (Edgard Máximo Zambotto) – km. 75 sentido Jarinu.

TRAVESSIAS

O aplicativo traz também câmeras nas principais travessias litorâneas de São Paulo. São elas: Guarujá – Bertioga / Santos – Guarujá e São Sebastião – Ilhabela.

Fonte: Portal do Governo do Estado

espia-aqui

 

Published in: on 21/12/2016 at 13:11  Deixe um comentário  
Tags: , , , , ,

23 de Julho – Dia do Policial Rodoviário Federal

No dia 23 de julho de 1935 foi criado o primeiro quadro de policiais da hoje Polícia Rodoviária Federal, denominados na época de “Inspetores de Tráfego”. No ano de 1945, já com a denominação de Polícia Rodoviária Federal, a corporação foi vinculada ao extinto Departamento Nacional de Estradas de Rodagem (DNER).

Finalmente em 1988, com o advento da Constituinte, a Polícia Rodoviária Federal foi integrada ao Sistema Nacional de Segurança Pública, recebendo como missão exercer o patrulhamento ostensivo das rodovias federais. Desde 1991, a Polícia Rodoviária Federal integra a estrutura organizacional do Ministério da Justiça, como Departamento de Polícia Rodoviária Federal.

A base da atuação da Polícia Rodoviária Federal é o trânsito, onde tudo começa. Ao longo dos 61 mil quilômetros de malha federal, a PRF fiscaliza o cumprimento do CTB, previne e reprime os abusos, como excesso de velocidade e embriaguez ao volante, e presta atendimento às vítimas de acidentes.

A PRF também colabora com a segurança pública, prevenindo e reprimindo o tráfico de armas e de drogas, assalto a ônibus e roubo de cargas, furto e roubo de veículos, tráfico de seres humanos, exploração sexual de menores, trabalho escravo, contrabando, descaminho e pirataria e crimes conta o meio ambiente.

A Polícia Rodoviária Federal está presente em todo o território nacional, estruturada em 21 Superintendências Regionais, 5 Distritos Regionais, 150 Delegacias e 400 Postos de Fiscalização. Sua administração central está localizada em Brasília (DF).

Para cumprir sua missão institucional, a Polícia Rodoviária Federal conta com uma grande frota de viaturas, distribuídos entre veículos de policiamento e resgate, e de aeronaves, também configuradas para as ações de fiscalização e remoção de vítimas de acidentes.

Fonte: Departamento de Polícia Rodoviária Federal

PRF2